Seu carro está parado na quarentena? E agora? Dicas Michelin

22 de abril de 2020
Posted by: lifanmichelin

O carro parado pode ter problemas na partida quando for ligado e alguns itens como o motor devem ser observados

Com a expansão do Covid-19 com mais de 1 milhão de casos segundo dados OMS (Organização Mundial da Saúde), os cuidados com a saúde devem ser redobrados. Ficar em casa é a principal recomendação da organização. Alguns estados do Brasil adotaram a quarentena para seus moradores e com a maior parte da população em casa, os carros também ficam parados na garagem e isso não é aconselhável para a durabilidade do motor e outros itens.

Lave o carro

A limpeza do carro vai além da estética. Mantendo o interior do veículo limpo, você evita o acúmulo de substâncias nocivas à saúde e que podem causar crises de alergia, como ácaros e fungos. Além disso, a sujeira exterior compromete a pintura e outros componentes, podendo, inclusive, provocar manchas. Deixe o carro limpo e preocupe-se com o interior. Use spray de limpeza ou solução de água e sabão neutro evitando álcool e outros produtos que danificam plástico e couro.

Atenção ao óleo do motor

O óleo é responsável por refrigerar, limpar e lubrificar o motor. Verifique o manual do carro para saber suas especificações. Fique atento ao mostrador do painel e ao adesivo colado no para-brisa, que indica a data da próxima troca de óleo. É importante ficar atento ao manual do proprietário. A melhor dica é ligar o carro frequentemente para o lubrificante circular no motor evitando problemas futuros.

Abasteça com combustível de alta octanagem

Em média um combustível comum tem a validade média de dois a três meses, sem prejudicar o sistema de injeção e ignição. Caso o carro for ficar na garagem por mais tempo, o combustível de alta octanagem é mais recomendado, já que quanto maior a octanagem maior a resistência maior será sua durabilidade.

Para se entender melhor, a gasolina comum e a aditivada têm, em média, 87 octanas, e as gasolinas premium, geralmente, 91 octanas, além de possuírem vários tipos de detergentes misturados ao combustível que ajudam na preservação da mecânica do motor e proporcionam menor desgaste das peças.

Calibre os pneus

Para se precaver de possíveis incidentes, com o pneu, calibre com a pressão máxima recomendada no manual do proprietário. É importante que o alinhamento e balanceamento esteja, em dia. Eles evitam o desgaste irregular dos pneus e aumenta a segurança dos passageiros. Ambos os procedimentos devem ser realizados a cada 10.000 quilômetros ou após trocas de pneus e outros componentes.

Ligue o carro

É importante que pelo menos a cada cinco dias o carro seja ligado. Assim, a bateria e outros componentes como o sistema de arrefecimento, correia e tensores entram e funcionamento e continuam em seu estado normal. 30 minutos são suficientes pois o motor atingirá sua temperatura ideal de funcionamento.

Uma dica essencial é não acelerar o carro nesse tempo, deixando sempre em baixas rotações.

Atenção ao câmbio

Para manter a vida útil do câmbio ainda mais longeva é necessário atenção. Caso o carro seja manual, troca de marcha uma por uma, de forma lenta. No caso dos câmbios automáticos, é necessário colocar o câmbio em todas as posições.

É recomendado que se possível, de uma volta com o carro dentro da garagem do prédio, ou no quarteirão. Assim os rolamentos entram e funcionamento e é lubrificado da maneira correta.

Seguindo essas sugestões você evita problemas futuros ao religar o carro para retomar o uso frequente.

Deixe uma resposta